Google+
Facebook
Twitter
Linkedin
Instagram
Flickr

terça-feira, 29 de janeiro de 2019


Phil Anselmo & The Illegals - Bar Opinião

O hoje cinquentão Phil Anselmo acumula uma carreira de sucesso, muito em razão da extinta banda que integrou, o Pantera, uma das mais ferozes do metal popularizado nos anos 90.

O frontman, conhecido pela voz animalesca e pelas performances impetuosas, continua uma fera indominável, seja nos palcos ou com a produtividade de seus inúmeros projetos.

Além de seguir com o Down e com o hoje Superjoint, embora esporadicamente, o idealizador da gravadora Housecore Records tem se dedicado ao Phil Anselmo & The Illegals, que lançou o petardo Choosing Mental Illness em 2018.

É para celebrar esse novo registro e relembrar alguns clássicos de suas famosas bandas que o músico voltou a Porto Alegre na última terça-feira, 29/01/2019, para um show no Bar Opinião, lotando a casa.

Foram sete trabalhos à frente do grupo texano que fez fama com violência sonora derivada da mistura entre thrash e groove: Power Metal(1988), Cowboys from Hell(1990), Vulgar Display of Power(1992), Far Beyond Driven(1994), The Great Southern Trendkill(1996), e Reinventing the Steel(2000). Phil também conquistou o público com o Down, conjunto que aposta em uma sonoridade mais stoner, com forte influência de Black Sabbath.

O primeiro álbum do conjunto de New Orleans, nominado NOLA (1995), é fan favorite não por acaso. É nesse trabalho que estão composições fortes como "Temptations Wings", "Lifer", "Bury Me in Smoke" e o single que virou clássico "Stone the Crow". 

Setlist
▪ Bedridden
▪ Little Fucking Heroes
▪ Choosing Mental Illness
▪ The Ignorant Point
▪ Walk Through Exits Only
▪ Mouth for War (*)
▪ Becoming (*)
▪ This Love (*)
▪ Fucking Hostile (*)
▪ Hellbound (*)
▪ Domination / Hollow (*)
▪ Walk (*) *bis*
▪ I'm Broken (*) *bis*
▪ A New Level (*) *bis*

(*) Pantera Cover

Realização: Abstratti Produtora
• • •

• • •

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019


Nei Lisboa - Teatro Dante Barone

O Nei LisPoa comemorou seus dez anos consecutivos com uma edição especial, no dia 17 de janeiro no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa.

E foi como sempre, uma mescla de muita música, textos e humor extraídos dos melhores momentos –  e dos piores tormentos – do ano que se foi.


Nei & banda apresentaram um repertório de sucessos, canções novas e releituras ao estilo do consagrado álbum Hi-fi para colorir a festa de aniversário.


E ainda a tradicional contagem regressiva da Revirada, a Crônica do Ano, e momentos especiais como a Unção do Desabafo – com participação direta da plateia, além da Ceia Musical que encerra o espetáculo.


E por falar em aniversários... Nei completou seus 60 aninhos de vida no dia seguinte ao show, o que rendeu um parabéns pra você no final do espetáculo.


Paulinho Supekóvia (guitarra, violão, vocais), Luiz Mauro Filho (teclados, vocais) e Giovanni Berti (percuteria, vocais) embalaram com maestria a trilha do espetáculo – os dois últimos também aniversariantes do mês de janeiro.

• • •

• • •